BIFF BYFORD diz que os primeiros álbuns do SAXON foram tão bons quanto The Number Of The Beast do IRON MAIDEN

Em uma nova entrevista com Robert Cavuoto do Metal Rules, o frontman do SAXON Biff Byford foi questionado sobre em que ponto ele e seus companheiros de banda começaram a colher os benefícios de seu sucesso. 

 Ele respondeu (conforme transcrito por BLABBERMOUTH.NET): "Acho que nunca fizemos isso, para falar a verdade. Acho que não me lembro de ter recebido um cheque grande e gordo. Você precisa se lembrar disso em 1983 , por volta da época de 'Power & The Glory', foi quando realmente começamos a quebrar a América. E acho que algo aconteceu com a gravadora naquele momento. Estávamos em turnê com o [IRON] MAIDEN - uma turnê bem grande - e depois na metade do caminho através, meio que parou. Então, eu realmente não sei o que aconteceu. Talvez porque você teve que comprar nos passeios naquela época. Eu não sei. Algo aconteceu e fomos retirados e acho que FASTWAY foi movido para cima Bill e outra pessoa antes deles. Não sei. Talvez houvesse muita conversa política nas nossas costas. Algumas pessoas disseram que o [cantor do IRON MAIDEN] Bruce [Dickinson] não gostava da maneira como éramos indo para baixo. Eu não sei se isso é verdade ou não, mas já foi dito.

 “Naquele ponto, [perto de] 'Power & The Glory', poderíamos ter destruído a América bastante”, continuou ele. “Devíamos ter quebrado a América em 'Wheels Of Steel', mas era uma gravadora francesa [em que estávamos], então eles realmente não sabiam o que diabos estavam fazendo. 'Crusader' foi a primeira turnê de manchete que fizemos da América, e foi com o ACCEPT, que foi muito, muito bem-sucedido. Só acho que, por algum motivo, 'Wheels Of Steel', 'Strong Arm Of The Law' e 'Denim And Leather' realmente não têm impulso suficiente na América como os álbuns do MAIDEN, por algum motivo. Acho que isso se deve à gestão e à gravadora. Acho que 'Denim And Leather' e 'Strong Arm Of The Law' são tão bons quanto 'The Number Of The Beast '


“Para muitos americanos, ['Power & The Glory'] é seu álbum favorito [SAXON]”, acrescentou Biff. "Foi a primeira vez que vimos alguns deles, e foi a primeira vez que tocamos no ar - MTV. E acho que estávamos nas paradas da Billboard em algum momento com 'Power & The Glory', e a turnê foi absolutamente muito bem-sucedido. Foi uma ótima turnê. Só acho que foi nosso empresário que decidiu que poderíamos fazer por conta própria ou algo aconteceu e isso não nos levou longe o suficiente, se você sei o que quero dizer. Em alguns estados da América, éramos enormes, e em outros estados não podíamos [atrair multidões]. E esse é o problema - não acho que tivemos as vendas de discos na América como qualquer outra pessoa teve . Então, não acho que tivemos aquele grande cheque. 'Power & The Glory' não vendeu um milhão de álbuns na América quando estávamos lá. Acho que se tivesse, isso nos teria dado o poder de continuar e ganhar muito dinheiro. Do jeito que estava naquela época, não acho que foi planejado para a banda ganhar algum dinheiro. Nesse ponto, poderíamos ter quebrado a América. 'Power & The Glory 'poderia ter sido um álbum de platina - definitivamente.

" SAXON lançará seu 23º álbum de estúdio, "Carpe Diem", em 4 de fevereiro de 2022 pela Silver Lining Music. O LP foi produzido por Andy Sneap (JUDAS PRIEST, EXODUS, ACCEPT) no Backstage Recording Studios em Derbyshire com Byford e Sneap mixando e masterizando.

Fonte: https://www.blabbermouth.net/news/biff-byford-says-saxons-early-albums-were-just-as-good-as-iron-maidens-the-number-of-the-beast/



Sobre Iron Maiden Brasil

Iron Maiden Brasil

0 comentários:

Postar um comentário