[ IRON MAIDEN ] - o motivo para a demissão de Blaze Bayley, nas palavras do próprio vocalista

 O vocalista Blaze Bayley realizou o sonho de todo headbanger: ser o frontman de uma das maiores bandas do planeta, no caso, o Iron Maiden. O músico britânico fez parte da turma capitaneada por Steve Harris entre 1994 e 1999.

A passagem de Blaze pelo Maiden não foi um mar de rosas e é o período mais obscuro na carreira do grupo. O sonho chegou ao fim em 1999, quando foram anunciados os retornos de Bruce Dickinson e Adrian Smith. O vocalista falou a respeito de sua demissão em matéria assinada por Matt Mills e publicada no site da revista Metal Hammer no dia 2 de julho.

Segundo Blaze, sua demissão aconteceu porque a banda precisava de um fato novo, algo maior do que uma tour ou álbum novo, para voltar aos holofotes. "O Black Sabbath teve uma reunião, o Deep Purple teve uma reunião, então, se quiséssemos que as pessoas voltassem a se interessar pela banda, um novo álbum não seria suficiente. Bruce voltou e o Maiden estava de volta. Era uma história sobre a qual os fãs podiam falar e as gravadoras podiam divulgar".

O vocalista também falou sobre o fatídico dia que recebeu a demissão. "Disseram-me em uma reunião: ‘Desculpe, Blaze, é isso que está acontecendo ’. E foi isso. Então, Steve e eu conversamos sozinhos. Ele realmente achava que eu tinha um futuro na música, e o empresário também. Todos apoiaram muito".

Enquanto foi frontman do Iron Maiden, Blaze gravou dois álbuns de estúdio com a banda, "The X Factor" (1995) e "Virtual XI" (1998). Após a sua demissão, Blaze embarcou em sua carreira solo. O seu trabalho mais recente é "War Within Me", lançado em abril deste ano. 


Fonte: www.whiplash.net 

Sobre Iron Maiden Brasil

Iron Maiden Brasil

0 comentários:

Postar um comentário