O GUIA DO MOCHILEIRO DO MAIDEN – III

O GUIA DO MOCHILEIRO DO MAIDEN – III

Acompanhe as partes anteriores: http://www.ironmaidenbrasil.com.br/search?q=guia+do+mochileiro

Olá pessoal, tudo bem com vocês?
Apesar do meu talvez “sumiço”, não abandonei o guia do mochileiro e muito menos o site.
Pois bem, vamos dar continuidade a mais uma série do Guia do Mochileiro do Maiden, e hoje iremos falar da coletânea Metal for Muthas, na qual teve participação de várias bandas e que teve duas canções do Iron nela incluídas.

METAL FOR MUTHAS (15 de fevereiro de 1980)




Esta coletânea continha duas gravações/canções do donzela. Ele recebeu críticas mistas pelos meios de comunicação, mas todos concordaram que essas duas músicas do Iron Maiden foram as melhores do álbum. Alguns ainda comentaram que o álbum poderia ser facilmente visto como apenas uma ferramenta para promover a banda. Bom, de qualquer forma, foi uma oportunidade para que a banda tivesse alguma exposição (houve até uma tour Metal for Muthas). As músicas foram gravadas no EMI Manchester Square, em novembro de 1979, período durante o qual Tony Parsons era um membro da banda.
É interessante notar que esta coletânea tem um título bastante estranho para um lançamento britânico. A palavra " Muthas " é uma estranha grafia da palavra " mãe " , como em " filhos da puta (mother fuckers)" . Esta expressão particular  no entanto muito pouco utilizada em Inglês (Britânico) , enquanto os americanos parecem usá-lo com muito mais frequência .
Os arranjos musicais foram compostos por Neil Kay , o Soundhouse DJ que foi parcialmente responsável por acender a ascensão do Iron Maiden juntamente com a sua devoção fanática em promover o New Wave of British Heavy Metal (NWOBHM).
(Cartaz de divulgação)

Enquanto o Metal for Muthas não estava em seu efeito efusivo sobre a indústria musical da época, ele foi um importante trampolim para a promoção da banda. No final da turnê do Metal for Muthas, o Maiden lançou seu primeiro álbum de estúdio, auto-intitulado, e na qual foi direto para o quarto lugar  e vendeu mais de 50.000 cópias. Metal for Muthas pode ter tido um impacto significativo para a preparação de um  novo álbum.

Em março de 2000 uma versão digitalmente remasterizada do Metal for Muthas foi re-lançado pela Sanctuary Records.

As duas canções do Maiden na coletânea:
Sanctuary (Harris/Di’Anno/Murray):
Esta é a versão de "Sanctuary" está cheia de energia áspera que caracteriza as primeiras gravações da Donzela. A produção parece visivelmente pior do que a versão, que mais tarde foi lançado como um single, mas caso contrário, o som é bastante similar.
Wrathchild (Harris):
Esta é a primeira gravação disponível de "Wrathchild”. No entanto, esta versão de "Wrathchild" é um pouco rude em comparação com a versão que mais tarde foi lançado no álbum Killers.



As demais bandas e canções da coletânea




Isso é tudo pessoal!
Até breve, com mais O Guia do Mochileiro do Maiden


Fonte: The Iron Maiden Commentary

Sobre Iron Maiden Brasil

Iron Maiden Brasil

0 comentários:

Postar um comentário