The Early Days: Dennis Willcock conta detalhes de sua época como frotman do Iron Maiden.



O nome ainda é estranho para muitos fãs, mas sua importância para a história da banda é imensa. Dennis Willcock foi o segundo vocalista do Iron Maiden, entre 1976 e 1977. É lembrado por performances teatrais, como por exemplo, o truque com uma espada, passando-a na boca e simular sangue com capsulas de tinta vermelha, o que causou um furor aos fãs na época.

Recentemente, Dennis usou sua página no Facebook para relembrar alguns detalhes sobre sua passagem pela banda. A equipe do Iron Maiden Brasil entrou em contato com o vocalista, e ele de forma bem atenciosa e educada nos autorizou a publicar.

Uma das grandes novidades é a volta de Dennis à cena musical, segundo as palavras do prórpio vocalista:

Dennis Willcock: "Finalmente depois de semanas de discussões o trem começou a rolar ...... pela primeira vez o novo nome ..... sim GIBRALTAR V1 esse é o nome!! Continuem de olho para os detalhes no website/facebook da banda. Mais novidades em breve!"

Depois, Dennis em um interessante debate com Paul Sears (Manager do Iron Maiden na época) relembra alguns detalhes sobre a saida de Ron Matthews, o primeiro baterista do Maiden.

Dennis Willcock: "Isso é surreal ... que um pequeno ensaio de bateria resultou em Steve chegar na minha casa no meio da noite em seu carro para fazermos uma visita ao Ron, que tinha decidido deixar como resultado desse ensaio!! Tivemos que ir e convencer Ron para ficar ... sempre poderia ter conseguido Paul para assumir, mas ai é uma outra história! Eu acho que há a necessidade de escrever um livro sobre minha vida, minhas bandas e amigos, e acredito que seja uma boa leitura que eu penso!"

"Ele deixou a banda mais de uma vez, mas desta vez, eu o convenci a ficar, eu acho! Há muitas coisas que foram deixadas de fora da linha do tempo, como você sabe, quando me diz respeito e ninguém perguntou ou se preocupou em entrar em contato comigo para confirmar."

Paul Sears:"Foi no Teviot Festival. Ron se perdeu em algum lugar e tinhamos que ter o Maiden no palco às 2.10. Sem Ron, então Steve gritou: "Paul!!! Drums" e apontou para o kit. Eu fiz as duas primeiras músicas, então Ron, ao chegar, virou-se e se mandou.

Ricardo Lira, um dos maiores pesquisadores do Maiden, também participa do debate.

Ricardo Lira: "O guitarrista Terry Wapram disse que ele tocou alguns shows com Ron, por isso foi depois do Teviot Festival, em Julho de 1977, e depois que Murray e Sawyer sairam. Meu palpite é que ele deixou a banda por volta de agosto ..."

Outro ponto bastante interessante é sobre o set list que era executado na época.

Dennis Willcock: "Só por curiosidade...alguém sabe dizer um set list do Iron maiden somente com musicas da época que fiz parte da banda?"

"Eu postei pois algumas pessoas têm perguntado quais musicas eu cantava e eu só consigo lembrar de algumas poucas ... pouco vago para dizer o mínimo! Mas eu sei que alguém por ai vai ter algum registro! Eu preciso de nomes, não gravações..."

Nosso amigo Mike Chudleigh nos dá uma pista muito boa com relação a esse assunto, trazendo um fórum do fã clube da Republica Tcheca.

Mike Chudleigh: "Com Dave Murray de volta à banda, o novo trio começou a ensaiar regularmente, trabalhando exclusivamente nas músicas que Steve tinha guardado durante todo esse tempo. Muitas das canções que estariam nos dois primeiros álbuns do Maiden foram trabalhadas até então , diz Steve." 'Prowler', 'Iron Maiden', 'Wrathchild', 'Another Life', 'Innocent Exile', 'Sanctuary', 'Transylvania', 'Purgatory', 'Drifter'.

"Canções como Iron Maiden e Prowler eram muito mais lentas por volta de 77, mas isso foi proposital, pois, em 1977, o punk com seu ritmo a 1000 mph estava em ascensão e Steve não queria ser visto como uma banda de Punk. Assim que o Punk morreu, Steve trabalhou em cima das músicas mudando seus ritmos"

Não tenho certeza se Paul Day cantou Prowler ou não, mas Dennis certamente a cantou e usava uma máscara de um homem velho. Há uma foto com ele usando-a.

Charlott, the Harlott teria sido escrita por Dave em algum momento no final de 76 ou início de 1977. Quando Dave deixou o Maiden em julho 1977 e  se juntou ao Urchin, eles a tocaram.

Tony Moore se lembra de Phantom of the Opera, durante os ensaios, provavelmente, por volta de outubro / novembro 1977."


Sobre Alexandre Rodrigues Temoteo

Alexandre Rodrigues Temoteo