[ BRUCE DICKINSON ] - A ousada resposta dele ao ser chamado para o Iron Maiden em 1981

 Em 1981, o Iron Maiden passou por uma mudança profunda em sua formação: o vocalista Paul Di'Anno, que gravou os dois primeiros álbuns da banda, foi dispensado para dar lugar a Bruce Dickinson. Na época, Dickinson era cantor do Samson e adotava o nome artístico Bruce Bruce.

SENJUTSU Já está entre nós! Garanta o seu e complete sua coleção! CLIQUE AQUI!!

Ainda que não fosse um vocalista tão conhecido, Bruce, que acabou permanecendo na banda desde então - apesar da ausência entre 1993 e 1999 -, sabia de seu potencial. Por isso, sua reação ao ser convidado para entrar no Maiden foi um tanto ousada.

A história é contada na edição 293 da revista Classic Rock, que traz uma entrevista com integrantes da banda. O texto aponta que a primeira abordagem a Dickinson foi realizada no dia 29 de agosto de 1981, pelo empresário do grupo, Rod Smallwood.

O manager havia assistido a um show do Samson no festival Reading Rocks, na Inglaterra. Na ocasião, Bruce Dickinson havia encantado o público do evento, que aguardava ansiosamente pelo Rose Tattoo.

Convencido de que aquele deveria ser o novo vocalista do Iron Maiden, Rod Smallwood foi ao camarim do Samson para conversar com Bruce. Acabou o convidando para ir a um lugar mais reservado, para evitar especulações. Seguiram, então, para o hotel Holiday Inn de Reading.
A resposta ousada ao convite

Já no quarto de hotel, Bruce Dickinson foi convidado por Rod Smallwood a fazer um teste para o Iron Maiden. Na época, Paul Di'Anno sequer sabia que seria demitido, mas os problemas com o cantor dos primeiros dois álbuns da banda eram cada vez maiores.

O vocalista do Samson, então, surpreendeu ao responder ao empresário: "Em primeiro lugar, você sabe que vou conseguir o trabalho - caso contrário, não me chamaria. Quando eu conseguir o trabalho - e eu vou conseguir -, você está preparado para um estilo totalmente diferentes, para as opiniões e para alguém que não será obediente? Se não quiser isso, me diga agora e eu caio fora".

A história é contada por Dickinson com tantos detalhes que ele se lembra até mesmo da reação de Smallwood. Ou melhor, da não-reação: o empresário ficou sem palavras.

Hoje, o vocalista dá risada ao se recordar da ocasião. "Achei que seria melhor entrar ali com todas as armas", declarou.
O teste

Não havia dúvidas, desde aquele momento, de que Bruce Dickinson seria o cara certo para o Iron Maiden. Rod Smallwood, então, se recompôs e aceitou o que o vocalista havia dito. Logo, foi agendado um teste - ironicamente, na mesma sala de estúdio onde ele gravou o álbum 'Shock Tactics' com o Samson, meses antes.

"Gravamos meus vocais em cima de algumas faixas ao vivo que eles haviam feito com Paul - 'Remember Tomorrow', 'Twilight Zone', 'Wrathchild' e acho que 'Prowler'. E foi isso: trabalho concluído. O UFO estava tocando no Hammersmith Odeon naquela noite, então, depois fomos ao camarim, ficamos chapados e quarenta anos depois, aqui estamos", pontuou.

A edição 293 da revista Metal Hammer pode ser adquirida por brasileiros em sua edição virtual, em inglês, no site Magazines Direct. É necessário ter cartão de crédito internacional para efetuar a compra.


Fonte:https://www.magazinesdirect.com/az-single-issues/6936929/classic-rock-magazine-single-issue.thtml
Fonte: www.whiplash.net

Sobre Iron Maiden Brasil

Iron Maiden Brasil

0 comentários:

Postar um comentário