[ BRUCE DICKINSON ] - Por que eles nunca conseguiriam fazer um Black Album

 O vocalista Bruce Dickinson, do Iron Maiden, fez uma série de elogios ao álbum homônimo do Metallica, popularmente conhecido como "Black Album" e divulgado em 1991. As declarações do cantor celebram os 30 anos de lançamento do disco, como parte de uma reportagem da revista Classic Rock.


 'Senjutsu', o 17º álbum de estúdio do Iron Maiden já está disponível para pré-venda na Amazon Brasil. Garanta já o seu, CLIQUE AQUI!

Na visão de Bruce, o Metallica fez o que bandas como Judas Priest, Pantera e o próprio Iron Maiden deveriam ter feito naquele período. Em meio a mudanças para o rock em termos de mercado, tais grupos não conseguiram, segundo ele, "dar um passo além" como o quarteto liderado por James Hetfield e Lars Ulrich.

"Judas Priest, Pantera e nós chegamos a uma encruzilhada onde tivemos a chance de realmente dar um passo além. Mas nenhum de nós teve a coragem de fazer isso. O Metallica teve", afirmou.

O cantor acredita que o Metallica merece "um grande crédito por agarrar a oportunidade quando ela apareceu, aceitando o risco e merecidamente colhendo as enormes recompensas". "Você não pode subestimar a conquista deles com esse álbum", acrescentou Bruce, provavelmente em referência às mais de 16 milhões de cópias que o trabalho vendeu somente nos Estados Unidos.

Méritos também da produção

Em sua análise, Bruce Dickinson apontou que o "Black Album" é fruto não só dos quatro integrantes do Metallica, como, também, de sua produção. As gravações do disco foram comandadas por Bob Rock, que já era conhecido no meio por ter produzido nomes como Mötley Crüe e The Cult.

"É um daqueles álbuns seminais onde tudo está certo. É extremamente bem-produzido e cada nota naquele álbum está totalmente sob controle. Admiro como eles fizeram isso e o que fizeram com as músicas. Foi muito efetivo: sem dúvidas, ajudou a empurrar o metal para o mainstream", disse.

O vocalista do Iron Maiden destacou que há outro produtor capaz de desempenhar um trabalho como o de Bob Rock: Robert John "Mutt" Lange, que trabalhou com nomes do porte de AC/DC, Def Leppard, Foreigner, entre outros.

"Sei que não foi Mutt Lange que o produziu, mas Bob Rock tinha essa coisa similar onde o produtor está muito no controle", afirmou.
O Iron Maiden faria um Black Album?

Será que o Iron Maiden conseguiria gravar um disco como o "Black Album"? Bruce Dickinson já havia apontado, parágrafos atrás, que a banda não teria "coragem" para realizar um trabalho desse tipo.

Porém, depois, na mesma entrevista à Classic Rock ele disse que a falta de autonomia na produção impediria que o Maiden fizesse algo assim.

"Nunca conseguiríamos fazer um álbum como aquele, pois não estamos controlando e nós não queremos isso. Com a gente, o ônibus sairia da pista e acabaríamos demitindo o produtor", destacou.


"Iron Maiden é melhor que Metallica"

A relação entre Iron Maiden e Metallica tem alguns altos e baixos - provocados, por vezes, pela "língua grande" de Bruce Dickinson. Fotos que parecem ser da década de 1980 mostram o cantor quebrando CDs do grupo americano, embora o "Black Album" não esteja entre os produtos arruinados.

Em 2011, à Metal Hammer, Bruce chegou a dizer que sua banda era melhor que a dos colegas. "É preciso não ter medo. Vou me meter em problemas ao declarar que o Iron Maiden é melhor que o Metallica... mas é verdade! Eles podem ser maiores, vender mais ingressos e levar a classe média burguesa para seus shows, mas não são como nós e ponto final. Se vou me transformar em um babaca por dizer isso, vamos em frente", disse.

Em 2014, ao jornal The Guardian, Lars Ulrich comentou com certo tom de leveza as declarações do vocalista. "Eu jamais contestaria isso", disse Ulrich. "Eu sempre apoiarei Bruce Dickinson seja lá qual besteira ele disser. É parte da diversão. Então, vai Iron Maiden! Beleza", disse ele, que nunca negou ser fã do Maiden.

Já em 2017, Dickinson buscou explicar qual era o objetivo daquela polêmica fala. "Foi uma boa provocação. Temos boa relação com a banda. Não foi direcionada para eles, mas sim para o resto do mundo, tipo: 'estamos de volta e queremos que vocês saibam; queremos tanto que, para isto, vamos dizer algo provocador, então que tal vir ao show e ver se é isso mesmo?'. Sou o vocalista e minha função é provocar", comentou.

Em seguida, ele complementou: "Soou arrogante? Sim, mas se você é o vocalista do Iron Maiden, deve ser arrogante o tempo todo, faz parte do jogo. Mick Jagger (Rolling Stones) é arrogante? Sim, provavelmente - é o Mick Jagger, p*rra. Sei separar a minha pessoa andando na rua de quando estou no palco com o Iron Maiden? Sim".



fonte: https://whiplash.net/materias/news_728/333729-metallica.html

https://www.loudersound.com/news/bruce-dickinson-none-of-us-had-the-balls-to-step-up-but-metallica-did

Sobre Iron Maiden Brasil

Iron Maiden Brasil

0 comentários:

Postar um comentário