[ BRUCE DICKINSON ] - Vocalista conta qual integrante é a "carta secreta" de Senjutsu

 O Iron Maiden aposta alto em seus álbuns e não será diferente com "Senjutsu", seu próximo trabalho, que será lançado no dia 3 de setembro. Com 10 faixas ao todo, o disco promete apresentar uma sonoridade de caráter progressivo e destaques individuais entre os músicos.

'Senjutsu', o 17º álbum de estúdio do Iron Maiden já está disponível para pré-venda na Amazon Brasil. Garanta já o seu, CLIQUE AQUI!

Na visão do vocalista Bruce Dickinson, o álbum traz o baterista Nicko McBrain como seu "grande trunfo". Em entrevista à revista alemã Rocks, o cantor também refletiu sobre como o Maiden segue trabalhando sua criatividade, mesmo após décadas de carreira.

Inicialmente, ao ser perguntado se é divertido trazer surpresas para os fãs, Bruce respondeu: "Temos o maior prazer em impressionar as pessoas com nossa criatividade. Todos sabem o tipo do Maiden, nós também sabemos, mas ainda há muito espaço em sua estrutura para tentar coisas novas. O difícil é começar a trabalhar, mas, no fim, você se senta no estúdio com a boca aberta de espanto e pensa consigo mesmo: 'uau, isso é legal'".

O responsável pela entrevista, então, perguntou se Dickinson fica orgulhoso em ter uma de suas composições - "The Writing on the Wall", feita com o guitarrista Adrian Smith - sendo usada como o primeiro single de "Senjutsu". A faixa foi divulgada, com um videoclipe, no último mês de julho.

"Sim, fico orgulhoso. A música é bem cativante, um hard rock convencional. É uma música gigante do Maiden, na tradição de 'The Number of the Beast'. No refrão, não está tão distante de uma faixa como 'Run to the Hills'", disse.

Em seguida, o cantor destacou que "The Writing on the Wall" tem "uma melodia super memorável e riff e groove ótimos". E aproveitou para elogiar o trabalho de Nicko McBrain, que nem sempre é tão comentado pelos fãs de Iron Maiden.

"Um de nossos grandes trunfos no álbum, para mim, é a performance de Nicko na bateria. Ele tem um groove tão bom; para mim, essa é a chave de todas as músicas do disco", declarou.

O jornalista que conduzia o bate-papo, então, comentou que a voz do próprio Bruce não deveria ser ignorada - e perguntou quais cuidados ele toma com ela. "Nenhum. Apenas começo a cantar. A voz é naturalmente bem azeitada. Nunca fiz aulas ou algo assim. Mas, claro, ao longo dos anos, você aprende muito sobre sua voz, pega algumas técnicas", respondeu o vocalista.

A entrevista completa com Bruce Dickinson está disponível, em alemão, na revista Rocks. A publicação pode ser adquirida, em compra internacional e no formato físico, em seu site oficial.

Fonte: www.whiplash.net


Sobre Iron Maiden Brasil

Iron Maiden Brasil

0 comentários:

Postar um comentário