[ ADRIAN SMITH ] - Confira novidades dos livros, merchandising e Martin Birch

Adrian Smith tem tido dias bem corridos mesmo longe dos palcos junto ao Iron Maiden.
Confira abaixo videos sobre o lançamento do seu livro sobre pescaria, do Merchandising do guitarrista e umas palavras sobre Martin Birch.




MONSTERS OF RIVER & ROCK






MERCHANDISING - clique no banner.

https://666.ironmaiden.com/collections/adrian-smith?utm_campaign=adrian_merch


MARTIN BIRCH

O guitarrista Adrian Smith, do Iron Maiden, relembrou o produtor Martin Birch em recente entrevista à Eonmusic. O bate-papo trouxe como tema principal o novo livro "Monsters of River & Rock", em que Smith fala sobre sua grande paixão, a pesca, e também comenta a respeito de sua carreira de décadas no heavy metal.

Inicialmente, o músico lamentou a morte do produtor, destacando que ele era relativamente jovem. "Foi muito triste quando ele faleceu. Fiquei chocado, de verdade, pois ele ainda era bem jovem. Tinha apenas 71 anos", afirmou.

Em seguida, Adrian falou sobre seu primeiro trabalho com Martin na produção, no álbum "Killers" (1981). Foi o segundo disco da trajetória do Iron Maiden e o primeiro com Smith na guitarra, ocupando a vaga deixada por Dennis Stratton.

"Martin, obviamente, gravou grandes bandas. Antes de nós, ele gravou Deep Purple e Black Sabbath. Era ótimo, mas intimidava de início, devido à sua grande reputação. Eu nunca havia entrado em um estúdio para gravar um álbum propriamente dito. Eu mal conseguia comer na semana anterior às gravações, mas esse ar de autoridade existia por conta da reputação dele", disse.

Ainda durante o bate-papo, o guitarrista relembrou da paixão do produtor por artes marciais. "Ele sempre nos lembrava em várias ocasiões que era faixa-preta de caratê. Há algumas histórias sobre isso no livro. Se ele bebesse um pouco depois de uma gravação no estúdio, ele começava a fazer alguns golpes de caratê, a praticar seus golpes no estúdio. Os roadies saíam tirando todas as guitarras do caminho para que ele não acabasse chutando uma Les Paul vintage ou algo do tipo", contou.

Por fim, Smith relembrou um detalhe peculiar sobre o trabalho de Birch em estúdio. "Martin nunca se envolvia no trabalho de arranjos da música. Ele era muito do tipo: 'deixe a banda brilhar'. Sentava nos bastidores e deixava a banda mostrar o que tinha para oferecer na melhor 'iluminação' possível. Gravava de forma perfeita e sem muitos truques", afirmou.

Martin Birch e Iron Maiden


Nascido em 27 de dezembro de 1948, Martin Birch começou sua carreira como engenheiro de som, trabalhando em discos do Fleetwood Mac, Jeff Beck, Deep Purple, Jon Lord, Faces, Wishbone Ash e outros. Com o tempo, envolveu-se com a produção, exercendo essa função (seja sozinho ou co-produzindo) em álbuns do Iron Maiden, Rainbow, Whitesnake, Black Sabbath, Blue Öyster Cult, além do Purple.


A parceria com o Iron Maiden é uma das mais notáveis, pois ele produziu todos os álbuns lançados pela banda entre 1981 e 1992. De "Killers" a "Fear of the Dark", a função é assinada por Martin Birch, que também assumiu a engenharia de som em todos os trabalhos nesse período e a mixagem de quase todos. Ele aparece, inclusive, no videoclipe da música "Holy Smoke", do disco "No Prayer for the Dying" (1990).


Vale destacar que Martin Birch seria até mesmo o produtor do primeiro álbum do Iron Maiden, autointitulado, de 1980. "'Killers' é um de meus favoritos, tem o som que deveria ter saído no primeiro álbum. Steve Harris (baixista) queria Martin Birch, que produziu o 'Killers', já desde o primeiro disco, mas a banda ficou com medo de falar com ele pois achava que ele não se interessaria", revelou o vocalista Bruce Dickinson, em entrevista ao Irish Times, em 2017.
 Fonte da entrevista: whiplash.net

Sobre Iron Maiden Brasil

Iron Maiden Brasil

0 comentários:

Postar um comentário