[ IRON MAIDEN ] - Barry Mckay acredita que Steve Harris não escreve sozinho suas músicas


Recentemente, reportamos aqui que o Iron Maiden e o ex-empresário do Beckett Barry McKay  chegaram a um acordo judicial após uma disputa de direitos autorais da clássica canção do Iron Maiden “Hallowed Be Thy Name”.

O processo foi iniciado por Barry McKay onde ele alega que Steve Harris e Dave Murray reproduziram grande parte de “Life’s Shadown”, do Beckett, na canção presente no álbum "The Number of the Beast" (1982).

Harris e Murray pagaram cerca de £ 100 mil (aproximadamente R$ 450 mil) a Brian Quinn e Robert Barton, compositores de “Life’s Shadow”. A banda se pronunciou sobre a decisão em um comunicado divulgado nesta segunda-feira, 12.

“Não acreditamos que Brian Quinn tenha escrito as seis linhas em questão, há mais de 40 anos, como alegado por Barry McKay. Porém, em razão de taxas legais que podem potencializar os custos do caso na corte, decidimos fechar um acordo de £ 100 mil, uma fração do que a ação pedia.”

Agora, o empresário divulgou uma declaração para a Loudwire onde ele explora sua opinião sobre o caso. Confira abaixo:

“Eu não acredito que Steve Harris escreveu todas as músicas que ele diz ter escrito sozinho. Longe disso.

Pegar a letra e a música da faixa ‘Life’s Shadow’ de Barton/Quinn custou bastante para Harris e Dave Murray. Espero que isso sirva de lição para eles. Na próxima vez, e terá uma próxima vez, eles devem ser sensatos e justos. Eu acho grotesco ter que levar músicos ricos para a justiça por plagiar um trabalho de outros músicos não tão ricos e que não podem arcar com uma disputa com os grandes do Iron Maiden.

Se Andy Taylor e Rod Smallwood [empresário de Harris/Murray/Iron Maiden] tivessem calculado o ganho correto das músicas do Iron Maiden que infringiram os direitos autorais de ‘Life’s Shadow’ no início da disputa (o que eles não fizeram) e tivessem oferecido a Brian Quinn um acordo justo de £250,000, Steve Harris e Dave Murray poderiam ter economizado £600,000 em advogados. Ao invés disso, eles buscaram uma luta e eles encontraram uma. Se eles não tivessem aceitado o acordo, eu teria levado esse caso adiante para Steve Harris e Dave Murray testemunharem sob juramento em frente a um júri.

A última vez em que estive no tribunal por um caso musical, foi quando uma empresa me processou após me pedirem para ajudá-los a convencer um artista a quebrar o contrato, seu caso foi cancelado quando eles foram pegos mentindo sob juramento. Os documentos da defesa apresentavam questões que iriam ser discutidas no tribunal caso eles não tivessem chegado a um acordo.

Brian Quinn não recebeu a quantidade que esperava. Nosso pedido inicial era de £200,000. Ao invés disso, Harris e Murray contrataram advogados que cobravam caro e acabaram gastando muito mais do que isso.

Agora eu estou representando outros três músicos que alegam que Steve Harris e Dave Murray também plagiaram letras que eles escreveram. Músicos que tem sua propriedade intelectual explorada por outros devem receber ajuda profissional.”

O Iron Maiden não comentou ainda sobre a resposta.

Fonte: Wikimetal

Sobre Alexandre Rodrigues Temoteo

Alexandre Rodrigues Temoteo

5 comentários:

  1. Como tem gente idiota nesse mundo.

    ResponderExcluir
  2. Se todos que estiveram no Maiden chegarem com as provas do que cocriaram Harris ta lascado... e ai vc ja conta dennis wilcock, Blaze, Thunderstick so de inicio...

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Barry McKay, dizem que até mesmo William Shakespeare não escreveu suas peças sozinho. Difícil é provar. As partes da letra de Hallowed Be Thy Name citadas no processo foram influenciadas pela música Life's Shadow, sim. Mas Steve Harris nunca escondeu que era fã do Beckett, muito pelo contrário, o Maiden até gravou um single do Beckett para o lado b do LP 2 Minutes To Midnight, dois anos depois de Harris ter escrito a última canção do The Number Of The Beast. Harris não agiu de má fé. Ele era (e é) fã da banda Beckett. Por que não processaram o Maiden há 36 anos, quando a Hallowed Be Thy Name foi lançada? Fácil é falar de Steve Harris e ter seus quinze minutos de fama. Difícil é fazer pela música 1 por cento do que o líder do Maiden fez.

    ResponderExcluir
  5. Alguns versos de Hallowed e de Life’s Shadow são bem idênticos, não da para negar, mas na minha opinião, o que pega mesmo, e’ a parte instrumental da musica “The Nomad”. Aquilo foi plagio puro e por isso sim, devem ser acionados na justiça, nada mais justo. Agora, esse babaca dizer que Steve Harris não compõem sozinho, sem comentários.

    ResponderExcluir