[ RESENHA ] - The Book Of Souls: Live Chapter (2017)


Bom, a coisa de 2000 para cá já virou uma rotina até previsível demais. Com a exceção de “A Matter Of Life And Death” (2006) O Iron Maiden sempre lançou um CD / DVD da turnê de divulgação. E com “The Book Of Souls” (2015) o lance não seria diferente. “The Book Of Souls: Live Chapter” terá seu lançamento oficial amanhã (17/11) no mundo inteiro. Então, vamos às impressões.

No quesito “novidade”, não há nada a acrescentar. Até por que no sábado (11/11) a banda transmitiu o vídeo completo do show. O track list é todo baseado na segunda parte da turnê, ocorrida em 2017, e que abrangeu somente uma parte da Europa. Ou seja, sem “Hallowed Be Thy Name”, muito provavelmente por conta do processo judicial envolvendo-a. O registro seguiu o mesmo formato do “Flight 666”, com cada música em uma parte diferente do planeta. Confesso que não sou fã desse formato, mas de certa forma, esse é um trabalho que nessa maneira acabou tendo um significado importante para mim, o qual explicarei as razões daqui a pouco.

O livreto que acompanha é um show a parte, com várias fotos da turnê e informações. A produção ficou a cargo de Steve Harris, e até confesso que me surpreendeu, embora não esteja perfeita. O destaque individual vão para as músicas, claro, que funcionaram muito bem na turnê. Posso citar como exemplos, “If Eternity Should Fail”, “Speed Of Light”, “Children Of he Damned”, “The Red And The Black” (que versão matadora!), “The Book Of Souls” dentre outras.

Agora aqui vai um pouco de desabafo, que explica a importância, pelo menos para mim, desse trabalho. Como muitos devem saber, em 2008 os fãs de Fortaleza começaram uma campanha, a fim de mostrar que a cidade tinha condições e público para um show do Iron Maiden por lá. Muito zoaram e não levaram a sério tal campanha. E mesmo com a confirmação do show na capital cearense em outubro de 2015, essas mesmas pessoas começaram a falar asneiras. do naipe de: “Esse show não vai vender nem 2000 ingressos!” Pois bem! Fortaleza teve o SEGUNDO melhor público do Brasil, o TERCEIRO da América do Sul, e ainda ficou registrada eternamente em um álbum ao vivo do Iron Maiden com uma versão de uma das mais icônicas músicas da banda, “Fear Of The Dark”. Ouvir Bruce entoar seu “Scream for me…Fortaleza” é impactante, em ver que o trabalho sério de várias pessoas e setores deu muto certo. Então, você que não acreditava, aceite que doí menos!

Enfim, “The Book Of Souls: Live Chapter” não chega reinventando a roda, e nem chega emplacado como o melhor álbum ao vivo do Iron Maiden. Trata-se sim, de um importante registro de uma das mais bem sucedidas turnês da banda. E enquanto os fãs se deliciam com esse novo trabalho, o sexteto já trabalha em uma nova turnê para 2018. Será que vem outro ao vivo? Vamos aguardar!

Faixas

CD 01
01. If Eternity Should Fail
02. Speed Of Light
03. Wrathchild
04. Children Of The Damned
05. Death Or Glory
06. The Red And The Black
07. The Trooper
08. Powerslave

CD 02
01. The Great Unknown
02. The Book Of Souls
03. Fear Of The Dark
04. Iron Maiden
05. The Number Of The Beast
06. Blood Brothers
07. Wasted Years

Sobre Alexandre Rodrigues Temoteo

Alexandre Rodrigues Temoteo

3 comentários:

  1. Estive no show de Fortaleza!!! Até apareço no vídeo oficial em Fear Of The Dark (PS: com a camisa de futebol branca da banda)!!! Esse show foi realmente sensacional!!!
    Quanto ao lançamento, não gosto desse formato, não achei a edição muito boa e, não precisava ter sido cotada todas as falas do Bruce!!!

    ResponderExcluir
  2. Qual processo envolvendo Hallowed ????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A letra da música foi acusada de ser um plágio de outro cara.

      Excluir