[ IRON MAIDEN ] - Em entrevista, Paul Dianno esclarece as dúvidas sobre a presença de Paul Cairns no "Soundhouse Tapes"


O ex vocalista do Iron Maiden Paul Di'anno conversou com a galera do Legacy Project, um grupo de fãs que tem como objetivo focar e trazer à tona fatos obscuros da história da banda. No bate papo, Paul deu um bom resumo de seus tempos de Iron Maiden, falou de sua carreira solo, projetos futuros e esclareceu de uma vez por todas a lenda envolvendo Paul Cairns nas gravações da demo "The Soundhouse Tapes". Confira abaixo:

01. Olá Paul. Obrigado pela entrevista. Como você está?
Bem, estou muito mal dos joelhos, e eles precisam ser trocados. Eu costumava estar na ativa, mas estar confinado em meu apartamento e não sair em turnê me leva a loucura. Estou entediado pra caralho! Mas estou confiante e esperançoso que a cirurgia dos joelhos aconteça em breve.

02. Espero que seja muito em breve. Já faz um bom tempo que você saiu do Iron Maiden. Quais as suas considerações pelo tempo que esteve na banda?
Sou agradecido e muito orgulhoso pela minha época no Iron Maiden.

03. O que pode nos dizer sobre sua primeira banda, juntamente com Loopy? (Steve Loopy Newhouse - Roadie do Iron Maiden de 1978 até 1984)
Era bem divertido. Sempre mudávamos os instrumentos. Em um minuto eu era o baixista, no outro eu era o baterista e também cantava. Estávamos tentando encontrar o rumo certo. Costumávamos ensaiar no Alan Gordon's Studios, o qual era bem legal e barato.

04. Você fez algum teste para entrar no Iron Maiden?
Sim. Tive que cantar a música "Dealer" do Deep Purple. E depois me foi oferecido a vaga. Para ser bem honesto, eu não queria me juntar à banda, mas quando Steve Harris me mostrou as músicas, as quais estariam no álbum, aquilo me convenceu a entrar na banda.



05. Depois de sair do Iron Maiden, você formou a "Dianno". O que pode nos contar sobre ela?
Quando deixei o Iron Maiden, estava determinado a fazer algo completamente diferente de tudo que tinha feito lá. "Dianno" foi um choque para muita gente, pois era bem mais influenciada pelo Rush do que propriamente pelo Iron Maiden. Eu queria mostrar as pessoas que eu era dono de si e senti que precisava se distanciar de todo o material que tinha feito com o Maiden. Não tocamos nenhuma música do Iron Maiden na turnê.



06. Depois você formou o "Battlezone"?
Grande banda, eu tive uma época brilhante lá. O som era mais violento e pesado comparado com a "Dianno". Funcionou muito bem e tivemos muito sucesso nos Estados Unidos. Mas ao mesmo tempo mudanças de formação e interferências da gravadora fizeram com que a banda se transformasse na "Killers".



07. Conte-me sobre sua época na "Killers".
Eu tive um grande momento com os caras da "Killers". Sempre estávamos em turnê. Os fãs nos adoravam, especialmente na América do Sul. Fazíamos um show a noite e o encontrávamos sendo vendido como bootleg no dia seguinte.



08. E o Gogmagog? O que havia envolvido naquele projeto?
Foi incrível tocar com os caras e estar de volta com Clive Burr, Janick Gers e Neil Murray. Fui trazido para o lugar de David Coverdale e os outros para os lugares de John Entwistle e Cozy Powell. Mas houveram problemas. O principal deles era que não podíamos escrever nossas próprias músicas. Foi uma vergonha realmente, poderia ter sido um grande projeto se tivéssemos escrito as músicas. O outro problema é que eles estavam esperando por muito dinheiro, dezenas de milhões, gravadoras para assinar conosco e isso não ajudou muito.



09. Sua próxima band foi o Almighty Inbredz, não foi?
Sim, era uma grande banda. Eu adorava tocar ao vivo com ela. Tínhamos uma canção chamada "Gary Glitter Baby Sitter"...e ainda tenho uma camisa daquela época. Tocávamos para o público Punk. Era um caos no palco. Tocávamos a uma velocidade de 180 km/h (risos) Uma vez tocamos 15 músicas em 25 minutos.



10. Como foi cantar no Praying Mantis?
Bem, foi como um feriado no Japão. Foi muito bom fazer alguns shows por lá. O Japão sempre é um ótimo lugar para visitar.



11. Recordações das gravações do primeiro álbum do Iron Maiden.
Will Malone foi a pessoa errada para produzir aquele álbum. provavelmente podíamos ter feito com Mike Oldfields ou até com outra gravadora.. Por trás disso, havia muito dinheiro no projeto, e eles nos deram uma merda de produtor que era completamente errado para a banda. Bandas geralmente são forcadas pelo comercialismo. Tive que reescrever seis músicas do álbum em alguns dias, para fazer  gravadora feliz.

12. Quando foi a última vez que viu Steve Harris?
Nos encontramos em Heathrow há alguns anos atrás, mas não temos mantido mais contato desde então.

13. Steve não contactou você pessoalmente para participar do DVD Early Days?
Não, foi alguém do escritório. Tive que pegar um voo no meio de uma turnê e gravar minha parte.

14. Havia algum outro membro do Iron Maiden que você era bem próximo? Você tem alguma memória favorita de Clive Burr?
Muitas. A maioria delas não caberiam aqui. Mas há uma em particular quando estávamos em um hotel em Shefield. Estávamos em quartos separados e no quarto dele tinha uma banheira e no meu um chuveiro. De algum modo combinamos que eu poderia usar a banheira e ele o chuveiro. E nesse dia fui ao seu quarto, a fim de usar a banheira, e fui ao banheiro do quarto dele. Ele então disse: 'desculpe-me pelo mal cheiro, mas acabei de usa-lo.' Então andei até o banheiro e estava impregnado com cheiro de merda. E quando puxei a cortina da banheira, vi que ele tinha cagado na própria banheira! Eu, Clive e Dave Murray sempre dávamos muitas gargalhadas quando estávamos em turnê.

15. Em maio de 2015, você teve um impressionante lançamento chamado "The League Of Shadows" com a "Architects Of Chaoz", sua banda alemã de apoio em turnês. Mas você não mais az parte dela. Você se importaria de dizer o que houve?
Bem, você está certo. Nos tornamos realmente uma banda e fizemos um álbum. mas estive muito doente no hospital, e descobri que eles decidiram continuar sem mim.



16. Qual seu próximo passo?
Bem, não tenho muito o que dizer agora, mas tenho um novo projeto. O álbum está sendo escrito, e pode aparecer a qualquer momento.

17. Você se lembra bem dos tempos de Iron Maiden?
Sim.

18. Inclusive sobre a gravação do "Soundhouse Tapes"?
Sim, por que?

19. Gostaria que você pudesse responder uma pergunta que tem permeado a mente dos fãs do Iron Maiden por anos, e que regularmente aparece em fóruns nas mídias sociais.
Eu tentarei ajudar se eu puder.

20. Bem, Doug Sampson tentou se lembrar do caso, mas ele não pôde ajudar muito. E sob uma certa perspectiva, parece obvio que Steve Harris escondeu qualquer menção a ele. Parece que Dave Murray ia menciona-lo no DVD Early Days, e foi abruptamente cortado.
Ok.

21. A pergunta que não tem uma resposta oficial é: Paul Cairns gravou o "Soundhouse Tapes" com o Iron Maiden?
Sim. eu me lembro dele lá, de forma bem clara. Ele tocou no "Soundhouse Tapes" e ele era um cara bem legal. Lembro-me sair com ele. Acho que hoje ele mora na Suíça.


22. Muito obrigado por nos tirar essa dúvida. É legal quando um novo pedaço do quebra cabeça da história do Iron Maiden é encontrado.
Sem problemas.


Sobre Alexandre Rodrigues Temoteo

Alexandre Rodrigues Temoteo

1 comentários: