[ BRUCE DICKINSON ] -Sobre os últimos shows com a banda em 1993 vocalista comenta: "era como um necrotério"


Em 28 de agosto de 1993, Bruce Dickinson fez seu derradeiro show com o Iron Maiden antes de um hiato que durou até 1999. O show daquele ano foi filmado pela BBC no Pinewood Studios, em Londres, e transmitido pela MTV e via pay-per-view no Reino Unido. Mais tarde, foi lançado em vídeo, com o título de "Raising Hell".

Além de ser o último show de Bruce na banda, o espetáculo chamou a atenção por conta da inclusão do ilusionista Simon Drake, o qual "assassinou" o vocalista, "amputou" Dave Murray, "estraçalhou" uma jovem em pleno palco, além de interagir com vários fãs da plateia e membros da equipe de suporte do Iron Maiden.



A banda já tinha encerrado a turnê de "Fear Of The Dark" há menos de um ano antes desse show especial, o qual foi recheado com várias músicas clássicas da carreira. A tensão tinha crescido entre Bruce Dickinson e o resto da banda, consequência das diferenças musicais surgidas na época.

Os últimos shows não foram um mar de rosas, de acordo com o vocalista: "Não era uma boa vibe," Dickinson contou ao escritor Mick Wall para o "Run To The Hills: A Biografia Autorizada". "Andávamos pelo palco, e era como um necrotério. Os fãs sabiam que eu estava saindo, eles sabiam que aqueles eram os últimos shows, e de cara eu percebi, como frontman, que você estava numa situação quase impossível de reverter."


Sobre Alexandre Rodrigues Temoteo

Alexandre Rodrigues Temoteo

0 comentários:

Postar um comentário