[ IRON MAIDEN ] - Como "Somewhere In Time" rejuvenesceu a banda parte III


Nunca houve um homem capaz de injetar algum dom teatral para as apresentações do Iron Maiden como Bruce Dickinson. O vocalista estava bem a vontade durante a "Somewhere On Tour", chegando no palco adornado com alguns dos mais bizarros e elaborados trajes imagináveis. O Iron Maiden escolheu não ter qualquer um dos shows da turnê filmado profissionalmente, mas apesar desse infeliz descuido é seguro dizer que qualquer um que viu a banda naquela época terá a imagem daquela fase de Bruce, para não mencionar as variações cada vez mais extravagantes dos seus companheiros de banda, permanentemente gravadas na memória.

"O que estávamos pensando? Ha ha ha! Isso foi a época onde os trajes eram esquisitos, altos e uma alta produção e uma banda barulhenta,", diz Dave Murray. "Tudo estava muito alto. Você tinha que usar óculos escuros bastante devido ao grande volume de luzes."

"Digo, obviamente não pensei que fosse algo 'Spinal Tap', no momento, mas você sabe que era uma peça de vestuário muito estranha que estava usando naquela época!" Bruce, confessa. "Bem, o que eu queria fazer é ter a metade superior para ser um pouco de Errol Flynn e a outra metade inferior eu queria calças parecidas com as que seriam usadas por alguma espécie de caçador de espaço. 'Depois tivemos o problema dos batimentos do coração com o aquilo era supostamente para serem luzes. A ideia era que a roupa inteira fosse coberta de veias que ficariam pulsando o tempo todo, então, no final, a maneira que comecei a trabalhar foi com cerca de 30 quilos de fio de cobre dentro de um casaco grande e uma bateria acidificada de chumbo de seis volts presa lá dentro."



Infláveis avariados e absurdos à parte, a turnê de Somewhere In Time foi outro triunfo inequívoco para o Iron Maiden. Não só eles estavam agora desfrutando de níveis sem precedentes de popularidade na Europa e na América, mas até o extremo oriente havia sucumbido aos seus encantos – um fenômeno que levou a banda a atração principal no famoso Budokan, Japão, pela primeira vez.

"Foi um grande momento tocarmos no Budokan," diz Rod. "Foi a primeira vez que tocarmos lá. Budokan é um centro extremamente famoso de artes marciais japonesas. É uma espécie de honra tocar lá, e é no Japão que você sabe se realmente está fazendo sucesso."


Sobre Alexandre Rodrigues Temoteo

Alexandre Rodrigues Temoteo

0 comentários:

Postar um comentário