[ IRON MAIDEN ] - A história por trás das gravações pre "Soundhouse Tapes"


Muitos fãs pensam que as primeiras gravações do Iron Maiden começaram com a lendária demo "The Soundhouse Tapes", a qual foi gravada naquela memorável noite de Ano Novo de 1978 no Spaceward Studios. Mas a verdade é que existem gravações anteriores a esse registro.

Que tal se houvesse uma outra gravação, bem antes de 1978, tirada de um ensaio pelos próprios membros da banda? Claramente ela não tem uma qualidade de estúdio, mas ela traz uma luz e um som, de uma era do Iron Maiden que muitos fãs negam ter existido ou sequer nunca ouviram falar.

E eis que agora, pela primeira vez na história, esses pequenos trechos de gravações provam a existência, e chegam até como uma forma de respeito aos membros daquela época. Segundo consta, as gravações foram feitas duas semanas depois de Barry "Thunderstick" Purkis ter se juntado à banda, e foram realizadas no Scarf Studios.




As gravações pertencem e foram feitas pelo próprio Barry. O músico comentou que falou com Steve Harris no último dia 2 de dezembro no backstage de um show do British Lion. Quando Barry mencionou a existência da fita, Steve teria apenas sorrido e disse: "Sério? Sim...isso é fantástico!"

Essa é a única gravação conhecida até o presente momento da formação com Steve Harris, Tony Moore, Terry Wapran, Dennis Willcock e Barry Purkis. O kit de bateria usado por Barry foi o mesmo usado pela banda um ano antes quando a formação era Steve, Dennis, Sawyer, Mathews e Murray, antes de Barry e Tony Moore responderem o anúncio abaixo.



Na página do Facebook Maiden 77, a qual tem conexões com ex membros do Iron Maiden e fãs daquela época, há diversos relatos de que existem outras gravações daqueles primórdios da banda. Pelo menos mais cinco registros (teste de Dennis Willcock, dois ensaios e dois shows). Resta a nós, fãs e admiradores do Iron Maiden, aguardar um dia em que tais registros, ou parte deles, tornem-se acessíveis.

Sobre Alexandre Rodrigues Temoteo

Alexandre Rodrigues Temoteo

0 comentários:

Postar um comentário