[ ED FORCE ONE ] Boeing já tem data para voltar e deve aparecer no Brasil

O Boeing 747-400 da banda Iron Maiden, o Ed Force One, que se acidentou em Santiago no último dia 12 – aonde o caminhão de pushback atingiu os 2 motores do Jumbo – deverá voltar a voar segundo o chefe de operações da Air Atlanta Iceland, Stefan Eyjolfsson, em entrevista ao jornal chileno El Mercurio.



Diretamente da Islândia, o executivo da empresa que alugou a aeronave á banda, explicou que o acidente se deu por quebra da barra de direção durante o procedimento de pushback. O 747 ficou sem controle, que colidiu com o caminhão que o puxava, danificando 2 motores do Jumbo.

“O principal desafio era trazer as peças de reposição da Europa ao Chile. E já encontramos a maioria das peças necessárias.” disse Stefan.

Segundo o executivo os danos causados deverão ser cobertos por seguro, já os gastos médicos com os 2 trabalhadores feridos, dependem da Swissport, a empresa que era responsável pelo procedimento de pushback.

Stefan complementou que a empresa que tem mais de 30 anos, já passou por situações similiares, e que o previsto para que o Ed Force One volte a serviço é no dia 23 de Março, a tempo de levar a banda para os shows de Fortaleza e São Paulo, respectivamente nos dias 24 e 26 de Março. As outras cidades brasileiras irão receber o tour normalmente, sendo que a banda irá usar aeronaves fretadas, que segundo algumas fontes, seriam um Boeing 767 da ABSA Cargo e um 727 da LAS Cargo.

Traduzido e adaptado por Carlos Martins
el mercurio iron maiden 747 ed force one

Sobre Iron Maiden Brasil

Iron Maiden Brasil

0 comentários:

Postar um comentário