quarta-feira

23.1.13

Rock in Rio vai ser tema do enredo da Mocidade Independente de Padre Miguel 

A escola deve levar para a Marques de Sapucaí, momentos que marcaram o maior festival de rock do mundo. O desfile vai contar a história do evento, desde sua primeira edição em 1985.
E Eddie o famoso mascote do Iron Maiden terá seu espaço de destaque!

A escola que será a quinta a desfilar no Sambódromo no domingo (10 de fevereiro) vai contar a história do maior festival de música realizado no país, o Rock in Rio. E para isto, vai desfilar uma série de ídolos de todas os estilos que já passaram pelo festival, para segundo a escola: "conseguir o casamento de guitarras e bateria e fazer o rock cair no samba".

O carnavalesco Alexandre Louzada explica que vai começar o enredo “Eu vou de Mocidade com samba e Rock in Rio - Por um mundo melhor" com ídolos de várias gerações do rock nacional e internacional convocando todas as tribos para a festa. Todos serão apresentados por Serguei, o roqueiro brasileiro dos anos 80, que vem na comissão de frente da escola. “Serguei vai representar a doideira do rock. Ele vai ser o nosso mestre de cerimônias e vai convidar todas as tribos para essa grande festa que é o casamento do rock com o samba”, explicou Louzada.

À bateria de mestres Bereco e Dudu vão se juntar nomes do rock nacional. Mas isso é um segredo que a escola vai guardar até a hora do desfile. O samba será cantado por Luizinho Andanças. A rainha de bateria é a paulista Camila Silva, que estreia em solo carioca. O pavilhão da Mocidade será defendido pelo casal de mestre-sala e porta-bandeira Feliciano Júnior e Squel.

 Confira o vídeo: http://globotv.globo.com/rede-globo/rjtv-1a-edicao/v/rock-in-rio-vai-ser-tema-do-enredo-da-mocidade-independente-de-padre-miguel/2273606/

Para contar a história do festival na avenida, a Mocidade virá com 3.600 componentes, em 36 alas, divididos por sete setores, com sete alegorias. O desfile começa com a junção de todos os ritmos: jazz, reggae, heavy metal, punk rock, blues, pop. Logo em seguida entre em cena o primeiro festival, que teve como característica o lamaçal que se formou na Cidade do Rock. Um carro decorado com calças jeans vai destacar esse período.

O terceiro setor vai lembrar o segundo festival realizado no estádio do Maracanã. Os quatro principais times do Rio serão destacados na Marquês de Sapucaí. Uma bola de futebol feita com CDs vai compor a alegoria.

O quarto setor destaca o lema do festival: “Por um mundo melhor”. É quando a escola entra na fase da conscientização da necessidade de se buscar a sustentabilidade do planeta e investir na reciclagem e na proteção do meio ambiente.

“Em toda a escola estamos trabalhando com muito material reciclado. Pela primeira vez, não vou usar plumas num desfile de carnaval”, destaca Louzada.



O quinto setor trata do Rock in Rio em Lisboa e mostra referências portuguesas em fantasias e alegorias. O sexto setor, do Rock in Rio em Madri, com touros, ciganos e referências mais abrangentes também sobre a Europa.

O último setor, segundo Louzada é quando o festival sente saudades do Rio e volta agregando novos ritmos como hip hop, funk, axé, música eletrônica e BRock, entre outros.  E termina no sonho de levar fazer montar a Cidade do Rock na Praça da Apoteose.

Fundada em 1955, a Mocidade Independente de Padre Miguel, a partir do time do Independente Futebol Clube. E escola tem cinco campeonatos e no carnaval de 2012 ficou na nona colocação.


Fonte: G1