[ ADRIAN SMITH ] - Quando Roy Z o chamou na xinxa para apontar falta de técnica na guitarra

 O guitarrista Adrian Smith, do Iron Maiden, revelou uma situação curiosa envolvendo sua passagem pela banda solo de Bruce Dickinson, ainda na década de 1990. Ele contou que Roy Z, seu parceiro de instrumento no projeto, chegou a chamar sua atenção devido à sua falta de técnica na guitarra.

O assunto foi abordado em recente entrevista à Total Guitar. Adrian disse que Roy precisou ensinar a ele alguns exercícios para desenvolver a técnica no instrumento, tendo em vista que esse tópico não foi tão estudado em seus anos de formação musical.

"Nunca estudei técnica de verdade, pois não havia muita informação por aí quando eu era mais jovem. Mas quando eu tocava com Roy Z, ele realmente me chamou a atenção e disse: 'sua técnica não é boa'", afirmou.

Inicialmente, Smith reagiu de forma arisca, porém, logo cedeu ao comentário. "Primeiro, pensei: 'pera aí, cara'. Mas ele estava certo. Ele me mostrou alguns exercícios de palhetada alternada e eu trabalhei nisso por horas e horas, pois tinha que acompanhá-lo", disse.

Por fim, o músico destacou: "Isso realmente melhorou minha habilidade na guitarra e me ajudou a usar meus dedos da forma correta, além de fortalecê-los".

A palhetada alternada é uma técnica usada em instrumentos de corda onde a palheta é usada em movimentos alternados, para baixo e para cima. A ideia é aproveitar o movimento natural de retorno do equipamento para obter maior velocidade, especialmente em solos.


Fonte: https://www.guitarworld.com/features/iron-maiden-senjutsu-track-by-track

Fonte: www.whiplash.net

Sobre Iron Maiden Brasil

Iron Maiden Brasil

0 comentários:

Postar um comentário