[BRUCE DICKINSON] -Traduçao do video no qual o artista fala sobre o Brexit

[BRUCE DICKINSON] -Traduçao do video no qual o artista fala sobre o Brexit



O cantor do IRON MAIDEN, Bruce Dickinson, defendeu sua decisão em votar a favor do Brexit, dizendo que o plano do Reino Unido de deixar a União Européia (UE) permitirá ao país "ser mais flexível".




Entenda o que é

O que significa o Brexit?

É uma palavra que é usada como uma forma abreviada de dizer que o Reino Unido deixou a UE - fundindo as palavras Br itain e exit para obter o Brexit, da mesma forma que uma possível saída da Grécia do euro foi apelidada de Grexit no passado.

Por que a Grã-Bretanha está deixando a União Européia?

Um referendo - uma votação em que todos (ou quase todos) da idade de votar podem participar - foi realizada numa quinta-feira, 23 de junho de 2016, para decidir se o Reino Unido deveria sair ou permanecer na União Europeia. Foi vencido por 51,9% a 48,1%. O comparecimento do referendo foi de 71,8%, com mais de 30 milhões de pessoas votando

Qual foi o resultado da votação no Reino Unido?

Inglaterra votou a favor do Brexit, por 53,4% a 46,6%. O País de Gales também votou no Brexit. A Escócia e a Irlanda do Norte apoiaram a permanência na UE. 

O que é a União Europeia?

A União Europeia - muitas vezes conhecida como a UE - é uma parceria econômica e política que envolve 28 países europeus . Começou após a Segunda Guerra Mundial para promover a cooperação econômica, com a ideia de que os países que negociam juntos eram mais propensos a evitar ir à guerra uns com os outros. Desde então, cresceu para se tornar um "mercado único", permitindo que bens e pessoas se movimentassem, basicamente como se os estados membros fossem um só país. Ele tem sua própria moeda, o euro, que é usado por 19 dos países membros, seu próprio parlamento e agora estabelece regras em uma ampla gama de áreas - incluindo no meio ambiente, transportes, direitos do consumidor e até mesmo coisas como telefone celular. cobranças.





Admitindo que ele foi uma das pessoas que votaram a favor do Brexit, Dickinson disse à revista francesa L'Obs que está "bastante tranquilo com a idéia" do Reino Unido se separar da União Européia.

"Se os músicos estivessem na Europa, a Europa ficaria muito melhor, porque todos nós nos relacionaríamos e diríamos 'sim'", disse o vocalista.
"A música IRON MAIDEN é música global; temos fãs em todos os lugares. Não vejo nenhum problema em fazer turnê na Austrália; isso não faz parte da UE. Não há problemas em fazer turnês no Japão; isso não faz parte da UE. Vejo qualquer problema com a turnê pela América; oh, deixe-me ver - isso não faz parte da UE. Agora, esses músicos têm problemas vindo para a Europa?

A primeira-ministra britânica, Theresa May, recusou-se a realizar um segundo referendo, embora muitos que votaram para sair na primeira votação tenham sido enganados por propaganda afirmando que o Brexit seria indolor e táticas assustadoras provocando medo dos imigrantes.

A saída do Reino Unido da União Europeia é apelidada de Brexit, palavra é original da língua inglesa resultante da junção das palavras Britain e Exit. Fonte BBC


"Há muitas besteiras e histórias assustadoras sendo inventadas por ... ambos os lados, na verdade, o que eu acho bastante imaturo", observou Dickinson. Mas o cantor acredita que o Brexit finalmente "nos permitirá ser mais flexíveis, e eu acho que as pessoas na Europa terão uma vantagem com isso.

"O que você tem no momento é efetivamente a União Européia, obviamente, não fazendo um bom trabalho satisfazendo as democracias da Europa", explicou. "Muitas pessoas - não apenas o Brexit, mas todos os tipos de pessoas, sejam eles italianos, gregos, húngaros ou catalães, ou seja quem for - estão todos tendo grandes movimentos populistas. É por causa de suas necessidades - seus direitos democráticos. necessidades - não estão a ser abordadas por Bruxelas. As pessoas certas para responder às necessidades são os líderes democraticamente eleitos. "

Referindo-se ao fato de que a UE tem sido acusada por alguns políticos de tentar humilhar a Grã-Bretanha por causa do Brexit, Dickinson disse:


"É absurdo pensar que a quinta maior economia do mundo será de alguma forma punida por decisões democráticas tomadas por seu povo". 
"A UE sempre nos viu basicamente como um mercado - um mercado comum - e isso tem algumas vantagens; faz sentido", disse ele. "Mas não há desejo para a maioria das pessoas na Inglaterra - mesmo as pessoas que votaram para permanecer na UE - não há desejo de se tornar parte de um sistema federal. E eu acho que é um grande erro.
"A Grã-Bretanha sempre foi uma nação comercial com o resto do mundo", continuou ele. "Desde a década de 1960, a Grã-Bretanha começou a olhar apenas para a Europa como fonte de comércio, e acho que acabou sendo um grande erro.
"O Brexit na verdade abre nossas fronteiras; o Brexit abre o Reino Unido para todo o mundo", insistiu Dickinson.

O cantor continuou dizendo que está otimista de que o Reino Unido será capaz de construir uma nova relação futura positiva com a UE assim que o Brexit entrar em vigor e de forma bem humorada, fecha:


"Qualquer que seja o acordo a ser feito no Brexit, não mudará muito o status do Reino Unido, mas acredito que isso aumentará nossas capacidades econômicas", disse ele. "E isso é bom para nós e, na verdade, a longo prazo, é bom para a Europa também. Porque como a quinta maior economia do mundo, a Europa gostaria de ter acesso ao nosso mercado. E rapidamente depois disso, as pessoas esquecerão toda essa bobagem sobre Brexit e apenas dizer: "Há um novo relacionamento com o Reino Unido É isso. Fim da história." E todos nós podemos continuar fazendo o que deveríamos estar fazendo, que é seguir em frente uns com os outros, trocar um com o outro, fazer música, fazer amor e ter certeza de que Vladimir Putin não venha e acabe governando nosso país ”.



Nota IMB: Se você conhece alguém que é genuínamente inglês e ufanista como Bruce, ou algum brasileiro que more lá ou até mesmo como eu, que só fui visitar e é observador, sabe perfeitamente que a Inglaterra é diferente em vários aspectos do resto dos outros países Europeus. O povo inglês teme a porta do Terrorismo e a imigração massiva de Iranianos, Chineses, Indianos que tornam suas periferias como pontos de venda ilegais e fora da legalidade, e todo inglês gosta de suas origens, tradições. Para eles, certamente o British Stylish of life é muito mais que um British Acent, é muito mais que se igualar, é sim uma mais valia nacionalista. E eles vão lutar por isso.


Fonte da Entrevista com Bruce Dickinson: 

Sobre Verônica Mourão

Verônica Mourão

0 comentários:

Postar um comentário