Iron Maiden: Ex Membros dão suas opiniões sobre o novo álbum.


O site metaltalk.net conduziu uma pesquisa de opinião bem interessante junto a alguns ex membros do Iron Maiden e também de pessoas que estiveram no dia a dia da banda sobre o que eles acharam do novo álbum The Book of Souls. Acompanhem os principais trechos:

Keith Wilfort - Presidente do fã clube oficial de 1979 até 1996.



"Acho que é o melhor e verdadeiro esforço grupal desde 'Seventh Son of a Seventh Son'...embora 'Dance of Death' tenha chegado perto. O fato das canções terem sido gravadas 'ao vivo' ao invés de semanas de ensaios...e terem mais compositores do que principalmente Steve Harris fizeram esse álbum soar como um esforço grupal."


Thunderstick - Baterista - 1977



"Esse último lançamento é o Iron Maiden fazendo o melhor deles...sendo Iron Maiden! Imediatamente sendo reconhecido, peculiar e empolgante. Por outro lado, não acho que a importância do álbum esteja simplesmente no material...é muito mais profundo do que um bocado de boas canções. Em minha opinião, o Iron Maiden de hoje personifica muito mais coisas...unidade, valores familiares, permanecer convicto no que acredita juntamente com seu espirito pioneiro. Tudo isso levou a banda em um bom patamar, permitindo-os desbravar o mundo com um reconhecimento que eles mesmos jamais pensaram ser possível."


Derek Riggs - Criador de Eddie - 1980 - 1992



"A coisa toda realmente não é nada para mim. Divirtam-se!"

Doug Sampsom - Baterista - 1977 - 1979



"A faixa de abertura te mostra a um dos melhores álbuns do Iron Maiden até o momento. Não é uma faixa "enchimento de linguiça"! É um fogo certeiro!"

Steve "Loopy" Newhouse - Roadie e assistente pessoal de 1978 até 1985.



"Desde a abertura (If eternity should fail) até o fechamento (Empire of the clouds) eu lutei para encontrar uma faixa fraca. Se "if eternity should fail" não for a faixa de abertura da nova tour...então eu perdi algo. 'Death or Glory' é remanescente de algumas faixas que eles fizeram para 'Powerslave'. Eu consigo ouvir 'Flash of the Blade' e 'Losfer Words' nela...o que não é algo ruim, pois 'Powerslave é (ou foi) meu álbum favorito."

Bob Sawyer - Guitarrista - 1977.



"Apenas ouvi a 'if eternity should fail'. Amei a introdução melancólica. Sim...é um excelente material típico do Iron Maiden. Sinto orgulho em ter feito parte da banda no passado."







Sobre Alexandre Rodrigues Temoteo

Alexandre Rodrigues Temoteo

8 comentários:

  1. Eu queria saber de onde vem essa babaquice do Derek... ele queria ser mais importante que a banda, é isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que ele tem mágoa da banda. Eis uma boa matéria para o IMB explicar aos fãs.

      Excluir
    2. Calma cara. Ele só não gostou do material

      Excluir
    3. Tranquilo.... eu só queria entender exatamente o que aconteceu entre ele e a banda.

      Excluir
    4. Ele não curte esse tipo de som, só isso gente, não é um genero de música que o agrade kkk. Pelo menos foi o que eu interpretei.

      Excluir
  2. Derek está para o Iron Maiden, como a Dilma está para o Brasil...

    ResponderExcluir
  3. Derek tem magoa por estar fora do Maiden? não sei, o que sei é que as melhores artes de capa do Maiden, são as dele.

    ResponderExcluir