Bruce Dickinson: Falando sobre "Necropolis" e provável álbum solo.


A revista francesa Hard Force conduziu uma recente entrevista com Bruce Dickinson. Na ocasião, ele revela sobre a possibilidade de gravar um novo álbum solo, que seria o sucessor de Tyranny of Souls. Acompanhem o que ele disse:

"If eternity should fail...a faixa de abertura do novo álbum...seria a faixa título do álbum solo. Eu já tinha cerca de 6 músicas em uma demo e Steve as ouviu no verão passado. E ele comentou: Nossa...essa (if eternity...) é uma música realmente muito boa...podemos usá-la? E eu disse: Sim..ok." 

"E eu acho que Steve ainda estava escrevendo quando ele veio com a ideia de The Book of Souls ser o título...e ele veio e me disse sobre a questão da cultura Maia e tudo mais. Eu gostei também e disse: Ok...bem legal. Eu vejo onde você quer chegar."

"Mas em meu caso, a canção foi escrita como parte de uma história. Então a narrativa no final da canção é o começo da história que gira em torno de todo o álbum. E um dos personagens é o Dr. Necropolis...ele é o cara mau. E o cara do bem é o Professor Lazarus...ele acorda as pessoas da morte. Por isso...o termo Necropolis na narrativa." 

"Então cheguei para Steve e perguntei: Olha...eu tenho essa música que inicia com "Aqui está a alma de um homem" (Here is the soul of a man)...ok...tem a ver com a temática...mas e o final dela? As pessoas conseguirão entender sobre do que se fala? Pois não tem nada a ver com a temática Maia ou algo parecido. Então viemos com um álbum conceitual que não funciona? (risos). Steve disse: Não...não...não. Ela fala justamente sobre almas e tudo mais...e soa muito bem. Ok...disse eu então! (risos)"

Perguntando se ele já completou a composição de seu próximo álbum solo, Bruce disse:

"Não por completo. Atualmente o que eu tenho é uma ideia...e não sei  ainda se eu darei continuidade. Essa ideia eu tive..acredito...em Novembro ou Dezembro...de compor algo e gravar uma demo...apenas para testar minha voz...sem pressa e sem estresse. Apenas uma experiência para ver como soaria. Então veremos..quero dizer...não tem como...até por que se eu tivesse um álbum solo completo e finalizado e pronto para sair, não sairia próximo ano (2016) e nem provavelmente no próximo (2017). então...não tenho preocupações sobre isso."


Sobre Alexandre Rodrigues Temoteo

Alexandre Rodrigues Temoteo

0 comentários:

Postar um comentário