Iron Maiden: Bruce elogia a paixão dos brasileiros


Bruce Dickinson não sabe sambar e nem joga futebol, mas já vestiu a camisa da seleção brasileira no palco e garante que gosta de ver uma mulata requebrando. Depois de oito visitas ao Brasil, o vocalista do Iron Maiden — que faz show domingo, às 20h30m no HSBC Arena, na Barra — aprendeu a admirar as paixões verde-amarelas e até passou a associá-las à devoção dos fãs.

— Rock é explosão, é paixão, e os brasileiros são um exemplo perfeito disso. Em outros lugares encontramos plateias fascinadas por heavy metal, mas no Brasil os fãs são fascinados por Iron Maiden — diz Bruce Dickinson.

Antes de vir para o Rio, os roqueiros da Donzela de Ferro vão apresentar neste sábado, em São Paulo, a turnê do seu 15 álbum,“The final frontier”, que foi lançado em agosto de 2010 e causou preocupação aos fãs por causa do nome, que em português significa “A última fronteira”. Meses antes, o baixista Steve Harris havia anunciado que esse seria o último disco da carreira dos metaleiros.

— Ele provavelmente queria aumentar as vendas dos CDs — brinca Dickinson, que acrescenta que o trabalho tem ficado cada vez mais desafiador: — Quando se toca há tanto tempo quanto nós tocamos, cada novo álbum é como se fosse um bônus. Não somos mais jovens e, às vezes, demora para conseguirmos lançar algo.

Apesar da dificuldade, o cantor assegura que o Iron não está perto do fim.

No show, os astros vão tocar músicas novas, como “Eldorado” e “Coming home”, além da canção que dá nome à turnê, mas também lembrarão clássicos como “Fear of the dark” e “The number of the beast”.

Por:Pedro Zuazo
Fonte: Extra.Globo

Sobre Tiago Marques

Tiago Marques

0 comentários:

Postar um comentário