A evolução de Bruce Dickinson como palestrante corporativo


As palestras de Bruce têm evoluído, bem como sua performance como palestrante.
A palestra na Campus Party Colômbia (11 de Outubro de 2013) é bem diferente daquela que ele deu na Campus Party Brasil (28 de Janeiro de 2014). Enquanto a palestra no Brasil impressionou como uma realmente voltada para o marketing, a da Colômbia foi muito mais informal.

Para começar, podemos comparar o modo como ele se vestiu em ambas as ocasiões. Enquanto ele vestiu roupas mais confortáveis ( calça jeans, camisa preta e jaqueta de couro) na Colômbia, no Brasil ele estava realmente bem vestido na palestra, vestido como um empresário ou administrador (mesmo sendo o mês de Janeiro, topo do verão no Brasil, e o dia estava REALMENTE quente).

Em segundo lugar podemos mencionar o fato de que a palestra na Colômbia parecia muito mais com uma conversa informal. Sem recursos visuais, sem data show, apenas Bruce falando sobre algumas de suas primeiras tentativas de estabelecer um negócio bem-sucedido. Houveram grandes lições nela (como quando ele mencionou como conheceu Roger Munk, que lhe apresentou o projeto do Airlander, e o motivo de ele ter aberto uma pequena loja de equipamentos de esgrima na Inglaterra), mas também houveram muito mais brincadeiras. Uma delas aconteceu quando alguém do staff lhe ofereceu uma garrafa de água, e ele recusou, dizendo, ‘Água? Ah, não. Você sabe o que dizem sobre a água? Os peixes fazem sexo nela.’ Na palestra da Colômbia também havia um segurança, que seguia Bruce pelo palco durante a palestra, o que era meio estranho.


Por outro lado, a palestra no Brasil foi bem diferente. Bruce aumentou sua confiança como palestrante, andando o tempo todo, dominando cada centímetro do palco. Desde suas roupas sociais até os recursos visuais por ele usados, Bruce falou como um verdadeiro empresário. Ele falou sobre a indústria da música de hoje, e como o Iron Maiden ainda consegue continuar ganhando dinheiro nesta era dos downloads ilegais. Ele nos deu números, porcentagens, tudo – realmente passou sua mensagem. Não apenas fãs apreciaram a palestra, pessoas de diferentes áreas (marketing, administração, professores) aprenderam seu ‘torne seus clientes em fãs’, e também aprenderam a fazê-lo, porque ele o explicou passo a passo.

Do início ao fim, sua palestra surpreendeu a todos. Não é surpresa que ele tenha sido convidado a dar esta palestra em empresas importantes ao redor do mundo, como a IBM. Bruce está melhorando suas palestras dia a dia, e também melhorando suas habilidades como palestrante dia a dia. Eu, pelo menos, me sinto muito empolgada, esperando pra ver o que ele irá fazer em seguida – não há como prever, em se tratando do Bruce.

Sobre Michelle Sanches

Michelle Sanches

1 comentários:

  1. "Houveram grandes lições nela"!!! Aurélio mandou lembranças para o "jornalista" que escreveu a matéria.

    ResponderExcluir