[EXCLUSIVO] Entrevista com a autora do livro sobre a carreira solo do Bruce Dickinson




Integrante da equipe oficial do IMB (e PhD em Bruce Dickinson rsrs), Michelle conseguiu uma super entrevista com Brigitte Shön, que escreveu um livro aonde analisa as letras das músicas da carreira solo do nosso Air Raid Siren. Confira agora o que a autora disse, exclusivamente para o Iron Maiden Brasil.

Cara Brigitte, não posso lhe descrever o quão feliz estamos por você ter concordado em nos dar essa entrevista. Estou extremamente ansiosa para ler a minha cópia do livro, assim que ele chegar.
Então, vamos às perguntas:
1.       Levando em conta o fato de que a carreira solo do Bruce é tão diversa, como você acabou se interessando em escrever sobre ela? Você também estaria interessada em escrever sobre a carreira solo de Adrian Smith, ou sobre o British Lions, de Steve Harris?

Um amigo meu me pediu, há quatro anos, para ajudá-lo a traduzir as músicas solo de Bruce para o alemão, e dar uma olhada em seu significado. Eu fiquei imediatamente fascinada pela habilidade de Bruce em contar histórias e na profundidade de suas letras. A substância intelectual me desafiou! De vez em quando, eu postava pequenas interpretações em um fórum alemão do Iron Maiden. Os membros gostavam das minhas ideias.
Desde que eu foquei basicamente em suas letras, eu nunca pensei em examinar as carreiras solo de Adrian ou Steve.

2.       Sei que talvez não seja uma pergunta justa, mas você tem algum álbum solo preferido? Se tem, qual? (O meu é Chemical Wedding).
Eu dificilmente conseguiria escolher um. Cada um deles é especial, de um modo ou de outro.
3.       Vamos falar sobre Skunkworks. Como você provavelmente sabe, um grande número de pessoas odeia esse álbum, por ele não ser exatamente um CD de heavy metal. Eu, da minha parte, gosto muito deste álbum. Qual a sua opinião sobre ele?
Claro, Skunkworks é muito diferente de seus outros álbuns. Mas é um ótimo trabalho, de qualquer maneira. Ele traz faixas excelentes, como Space Race e Back From the Edge. Quanto às letras, eu gosto muito das letras em Skunkworks. Elas são bem diretas e óbvias, ou é isso o que parece. Mas os significados profundos, escondidos atrás do que parece óbvio, trazem grandes surpresas.

4.       Accident of Birth é considerado como um ponto onde a carreira do Bruce deu uma guinada. Qual a sua opinião sobre este trabalho?
Na minha opinião, tanto musicalmente quanto liricamente, Accidente of Birth é um álbum excelente. Eu fiquei muito surpresa com as várias referências a Aleister Crowley aparecem em várias músicas. Eu não conhecia esse ocultista britânico até ter examinado as letras de Bruce neste álbum. Crowley e suas ideias são extremamente interessantes; e Bruce os apresenta de modo único.
5.       Há várias músicas excelentes que não entraram em seus álbuns de estúdio official, como, por exemplo, Silver Wings e Re-Entry (que pode ser encontradas no CD ‘The Best of Bruce Dickinson’), The Ghost of Cain (que ficou de fora de Accident of Birth), e Eternal (apenas encontrada na versão japonesa do CD Tyranny of Souls). Você fala sobre essas músicas em seu livro?
Eu analisei Silver Wings e Broken, do álbum The Best of Bruce Dickinson. Ambas são obras de arte, tanto pela musicalidade quanto pelas letras. Fora estas, eu apenas considerei as músicas dos álbuns de estúdio oficiais




6.       Você também falou sobre seus álbuns ao vivo? E você acha que, algum dia, iremos descobrir por que raios tem uma piranha na capa de Scream For Me, Brazil? Quer dizer, é bem melhor do que ter usado outros ´símbolos’ brasileiros (como cachaça, caipinha, samba ou carnaval), mas mesmo assim... é meio estranho, não acha?

Desde que meu foco foi nas letras, isso não faz muito sentido (risos). Eu nunca parei para pensar no motivo de haver uma piranha na capa (risos). É um peixe que é encontrado na América do Sul, certo? Na verdade, pensar em um peixe bem agressivo, com dentes afiados, com o design Scream For Me Brazil meio que faz você pensar em um filme de terror. Talvez desse modo soe um pouco mais fascinante.
7.       Bruce tem um senso de humor interessante, como podemos ver em músicas como The Ballad of Mutt  e I’m in a band with an Italian drummer. Qual a sua opinião sobre essas músicas? Você gosta delas?  
Sim, elas são muito divertidas. Eu gosto muito da maneira como Bruce usa a ironia.
8.       Existe a possibilidade de seu livro ser traduzido para o Português e ser vendido aqui, no Brasil? As pessoas aqui estão realmente interessadas nele (e se você precisar de uma tradutora, eu me voluntario {risos})?
É bem possível... de qualquer modo, não antes do ano que vem, eu diria.

9.       Eu sei que não é tecnicamente uma das músicas solo dele, mas eu preciso perguntar: qual a sua opinião sobre Empire of the Clouds? Você acha que Bruce irá, um dia, escrever algo que seja tão fascinante quanto essa música
É uma música maravilhosa! Obviamente, Bruce  mergulhou de cabeça em sua paixão por contar histórias. Felizmente, Steve aceitou essa obra magnífica de Bruce. Eu não acho que ele irá um dia escrever outra música como esta. É o tipo de coisa que só se faz ‘uma vez na vida.

10.   Para terminar, eu gostaria de pedir a você para mandar uma mensagem para as pessoas no Brasil que estão ansiosamente aguardando para ler seu livro. O que você gostaria que soubéssemos?
Depois de meu amigo tem me dado a ideia de examiner as letras de Bruce, eu escrevi as interpretações de suas músicas solo apenas para mim mesma. Eu estava curiosa para saber o que Bruce quis alcançar com elas, quais  percepções ele tinha para compartilhar. O desejo veio da afeição e admiração de um artista brilhante e um grande homem. Eu espero que, após lerem meu livro, vocês irão apreciar as filosofias que Bruce expressa em suas letras e sua habilidade em contar histórias tanto quanto eu aprecio.  

Eu gostaria muito de lhe agradecer, primeiro por ter respondido minha mensagem, e, em segundo, por ter concordado com esta entrevista. Nós lhe desejamos toda a sorte do mundo com seu livro (que ele se torne um best-seller em breve), e obrigada novamente por nos dar essa oportunidade de entender um pouco mais sobre o trabalho deste artista incrível. E se prepare para mais trabalho: ele acabou de anunciar que está fazendo um novo álbum solo.
Muito obrigada e muito amor e carinho do Brasil para você.

Para quem se interessou e quer adquirir o livro (em inglês), segue o link onde podem comprá-lo: http://www.livrariacultura.com.br/p/bruce-dickinson-insights-46121304 

Sobre Michelle Sanches

Michelle Sanches

0 comentários:

Postar um comentário