Bruce Dickinson – Veja a entrevista após receber o prêmio Team Rock para The Book of Souls

Em entrevista, após ter aceitado o prêmio de álbum do ano para The Book of Souls, Bruce falou sobre fãs, um novo álbum e o que aprendeu em sua experiência ao lidar com o câncer.
Veja algumas de suas declarações:
Ao ser perguntado sobre o que é que o Maiden tem, que atrai pessoas de todos os lugares, idades e gêneros, Bruce disse: “ Nós falamos com as pessoas em um nível autêntico, eu acho que é a integridade do que fazemos faz com que as pessoas continuem conosco, não todo mundo. O que fazemos não é para qualquer um. E nós aceitamos isso. Não tentamos ser algo para todo mundo, nós fazemos o que queremos fazer, e esperamos que nossa audiência continue conosco na jornada. Até o momento, tem funcionado.”
Perguntado se é estranho uma banda como o Iron Maiden, ao lançar seu décimo sexto álbum, e este ser considerado o melhor álbum de sua carreira, Bruce responde: “É estranho, de um modo maravilhoso. Mas não tão estranho quanto o próximo álbum, que eu espero que as pessoas também gostem. Nós ainda nem começamos a escrever o próximo álbum, não estamos nem pensando nisso, mas eu estou pensando nisso, porque eu mal posso esperar para começar a fazê-lo.”
Quando perguntado se o câncer que enfrentou no começo deste ano lhe deu uma nova perspectiva sobre a vida e o trabalho, Dickinson afirma: “Isso coloca algumas coisas num foco mais objetivo. Por exemplo, qualquer coisa que você tenha que fazer, vá e faça agora mesmo. Eu não quero dizer no sentido de fazer besteira, mas, você sabe, o tempo é precioso e curto, e se você puder fazer uma diferença para muitas outras pessoas com sua criatividade, você deveria ir em frente com isso.”
Por fim, perguntado se sua doença poderia ter dado ao Maiden algum tipo de empatia, um novo tipo de energia, porque isso poderia ter encerrado sua carreira, Bruce brinca: “Na verdade, estou preocupado com alguns dos outros caras nessa turnê, nós iremos fazer 70 shows em cinco meses, e as pessoas me olham e dizem: ‘Espere um momento, você teve três meses de quimioterapia e trinta e três sessões de radioterapia, radiação o suficiente para matar treze pessoas; você não deveria ir devagar?’, e eu digo: ‘Quer saber? Não! Isso que se dane!’ .”


Confira o vídeo da entrevista aqui:  
https://www.facebook.com/BruceDickinsonForever/videos/880056948759558/

Fonte: TeamRock

Sobre Michelle Sanches

Michelle Sanches

0 comentários:

Postar um comentário