BRUCE DICKINSON: Não tinha ideia que Tears of a Clown foi baseada em Robin Williams.



O vocalista do Iron Maiden, Bruce Dickinson, falou à Corus Radio sobre ‘Tears of a Clown’, uma das músicas do novo álbum da banda, ‘The Book of Souls’, que faz uma homenagem ao falecido comediante Robin Williams. Ele disse: “Steve (Harris, baixista do Maiden) escreveu a música, ou melhor, ele escreveu a letra da música, e aí nós a estávamos gravando. Ele não contou a ninguém sobre o que ela era, e eu não fazia ideia, quando estava cantando a canção, que ela era sobre Robin Williams. Então, eu terminei de gravar a melodia, e fui até ele e disse, ‘Essa letra é muito boa. Qual a origem dela?’ E ele disse, ‘Robin Williams.’ E eu fiquei, ‘Uau.’ E isso me deixou muito surpreso, porque era muito específico’.”
Ele continuou: “É incomum Steve ser tão direto sobre um assunto assim. Como quando ele compõe algo como ‘Rime of the Ancient Mariner’ – ok, é um poema épico de Samuel Taylor Coleridge, sim, tudo bem. Mas ser tão específico e direto sobre uma tragédia recente, e escrever uma música sobre o cara, eu fiquei realmente surpreso. Foi meio que... não é realmente apropriado dizer ‘agradavelmente surpreso’, mas eu me senti bem por ele ter escrito daquela maneira, porque eu acho que, de algum modo, ele talvez tenha sentido algum tipo de afinidade com a sensação de isolamento, e coisas assim, que talvez Robin Williams sentia. Há alguma especulação aí, na música, sobre como é essa sensação, mas você tem a impressão que algumas daquelas coisas possam ser um tanto familiares para o próprio Steve. Então, sim, foi como... eu fiquei tipo ‘hummm... ok’.”

Robin Williams cometeu suicídio em Agosto de 2014, após um longo histórico de depressão e problemas de saúde.
O décimo sexto – e primeiro duplo – álbum de estúdio do Iron Maiden ‘The Book of Souls’, foi lançado mundialmente em 04 de Setembro, pela Parlophone Records (BMG, nos Estados Unidos).


Fonte: blabbermouth

Sobre Sah

Sah

0 comentários:

Postar um comentário